DEPRESSÃO PÓS-PARTO x BLUES PUERPERAL

Há tempos que quero conversar aqui sobre a Depressão pós-parto, mas não havia me permitido ainda. Esse é um assunto muito sério, e que necessita ser tratado com a maior atenção. 
Muitos não sabem, mas quando eu tive a Manu passei por maus bocados com o pai dela (para quem não sabe já estávamos separados quando descobri a gravidez), ele não me dava privacidade nem no quarto do hospital, tive que chorar escondida no banheiro... E depois que tivemos alta, ele estava toda hora, todos os dias na minha casa. Eu passava o dia todo chorando, e pra piorar a Manu voltou para o hospital e ficou por mais 10 dias. 
Enfim, eu achava que já era depressão, mas descobri que a depressão pós-parto vivi depois... Não é fácil gente, não é fácil nem estar falando sobre isso aqui e me expondo desse jeito. Mas quero que vocês saibam como é, e não passem pelo mesmo que eu!! Procurem ajuda, não deixem isso consumir. Não estou dizendo que não sou feliz ou que não amo minha filha, sou feliz demais por tê-la e a amo muito mais. O problema é o cansaço, a angústia, a vontade de sumir por estar exausta, a cabeça não funciona, não ter tempo para mim... 



"Depressão pós-parto não é a mesma coisa que uma espécie de melancolia, também conhecida como "baby blues", ou "blues puerperal", que geralmente tem início poucos dias depois do parto e provoca tristeza, preocupação, nervosismo e vontade de chorar. É possível que as enormes mudanças hormonais da gestação sejam responsáveis por esses sintomas, que tendem a desaparecer em questão de dias. 

➡️ Mas, então, o que é a depressão pós-parto?
A depressão pós-parto é bem mais séria do que uma melancolia passageira. Enquanto a maior parte das mães consegue superar aquela tristeza inicial e passa a curtir seus bebês, uma mulher com depressão pós-parto fica cada vez mais ansiosa e tomada por sentimentos desagradáveis. 
Em alguns casos, a mãe já estava deprimida mesmo antes do nascimento da criança, e simplesmente continua a ter os mesmos sentimentos. Para outras mulheres, no entanto, a depressão começa semanas ou até meses após o parto. O que parecia ser um prazer aos poucos começa a parecer um fardo, e a vida de certas mulheres chega a ficar paralisada. 

➡️ O que posso fazer por mim mesma?
🔸Tente manter uma alimentação saudável. 
🔸Descanse bastante. 
🔸Não seja dura consigo mesma. Você está doente e precisa de tempo e espaço para se recuperar. Não se sobrecarregue de tarefas domésticas que não sejam urgentes e adie as "grandes" decisões por enquanto. Permita-se alguns mimos e, aos poucos, você sentirá a diferença.
🔸 E procure ajuda de um psicólogo, nem que seja para "desabafar"."

 Fonte: babycenter

#recadoimportantemec


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...